GMDA – Cem Anos de existência

Foi com muito prazer que assisti ontem a parte das comemorações do 100º aniversário do Grupo Mérito. (A parte porque os meus afazeres como mãe só a isso permitiram!)
Antes de mais tenho de felicitar o Mérito e todos aqueles que por lá passaram por conseguir (sei que por vezes a muito custo) manter a colectividade viva e, principalmente, activa! Parabéns!
No entanto, e, mais concretamente em relação à Sessão Solene em si, há alguns apontamentos que tenho mesmo, mesmo de fazer!
A começar pelo discurso, ou não, do Salomão Vieira! Como presidente da colectividade e sendo uma pessoa que não tem a sorte de tantas outras de ter o ‘’dom da palavra’’, ficaria melhor se tivesse levado consigo um discurso já preparado, quanto mais não fosse levar um guião com pontos que gostaria de abordar e, assim, evitaria repetições entre outras coisas. Há que apontar uma gravíssima falha que assim não teria acontecido: ficava bem, muito bem aliás, ao Salomão Vieira mencionar o anterior Presidente de Junta, que muito ajudou aquela colectividade (como tantas outras) e se não o fez no último mandato, sabe bem o Salomão que foi porque a Câmara Municipal (na pessoa de quem se sentava ao lado do Sr. Salomão) não transferiu os duodécimos para a nossa freguesia, por pura mesquinhez política!
Outro apontamento será simples: o vice-presidente da CMG, possivelmente já a preparar a campanha das próximas autárquicas, informou os presentes (e o Salomão só faltava dar-lhe um beijo tanta era emoção estampada no seu rosto) que irá ser ‘’lançada’’ mais uma obra, esta no valor de 55 mil Eur + IVA (portanto cerca de 66mil Eur, se a máquina não me falha e se a taxa de IVA não mudar entretanto) para a renovação eléctrica de todo o edifício do GMDA. De louvar, sim senhor! Não fosse o caso de todas as obras ‘’lançadas’’ até ao momento ainda nem terem terminado… daqui a pouco ao avistarmos a nossa bela Freguesia pelo Google Earth iremos certamente ver montes de terra, tijolos, tractores, gruas, tantas serão as obras lançadas pela Câmara e, claro, inacabadas! Mas inacabadas, apenas porque tiveram azar na escolha do empreiteiro, não por culpa da Câmara!!! Claro!!!!
Ah… e quase me esquecia, tanto lhe gelavam os pés, que o vice-presidente do nosso executivo municipal, mesmo sem ter combinado com o vereador responsável ou com o próprio presidente, até prometeu climatizar o salão do Mérito!

Já agora, Salomão, você que acabou com o Corso Carnavalesco aos domingos à tarde, porque não havia dinheiro para isso, que tal falar com os seus novos amigos da Câmara e recuperá-lo?! Sim… estou a falar mesmo desse que trazia centenas de pessoas de fora à nossa freguesia, para não falar da alegria, animação nas ruas…
Ah e se o fizerem à noite, pelo menos tentem fazê-lo com alguma dignidade! É que aquilo que fizeram no ano passado foi no mínimo vergonhoso!

E pronto… é assim a vida!

P.S.: Uma lista telefónica teria dado jeito!!! :)

2 comentários:

  1. Gostei de ler o teu post, com bom sentido de observação e critico ao que lá foi dito!
    Vejo que não te deixaste perturbar pelas companhias!
    Dada a minha condição institucional no Grupo Mérito, não diga mais nada!

    PS: não sei se tens reparado, mas agora com os telemóveis, diminuíram muito os telefones fixos e as listas telefónicas ficaram muito fininhas. Talvez uma resma de papel fosse melhor!!!

    ResponderEliminar

Site Meter